4 min leitura

Como e por que construir um avatar personalizado para seu chatbot?

Alan Christian UX Writer

Um avatar de chatbot pode ser definido como um personagem que representa a sua empresa no setor de atendimento.

Ele pode ser desde um desenho simples até uma animação 3D. Além disso, ele geralmente se comunica de acordo com o tom e voz da marca que representa. 

No Brasil, dentre os maiores exemplos de personagens famosos de marcas estão o Pinguim da Ponto Frio, o Peru da Sadia e a Lu da Magazine Luiza, que já se tornou até personagem de videoclipe do DJ Alok. 

Muitas marcas nacionais e internacionais criam avatares personalizados para gerar um vínculo emocional com seu público.

Ter uma figura que personifica a marca acaba influenciando na psicologia do consumidor, uma vez que ele acaba se comunicando com “alguém” e não apenas com o símbolo da empresa.

Neste mês de agosto de 2021, nós da Globalbot relançamos a nossa assistente virtual (bot) Telma, que agora conta com um visual único, alinhado à filosofia da nossa marca. A Telma é nossa personagem representante e atende nos canais de chatbot da Globalbot.

As vantagens de criar um avatar para o chatbot da sua empresa são:

• Gera mais empatia: com o tempo, o público-alvo da marca pode acabar criando um vínculo emocional com o avatar, desde que ele seja bem construído e possua um storytelling interessante.

• Comunicação mais lúdica: um avatar no chatbot pode deixar a comunicação com o público-alvo mais descontraída e divertida, dando exemplos de sua própria vida fictícia para explicar o produto ou serviço da marca.

• Melhora na memorização da marca: ter uma personificação da marca pode ajudar o público-alvo a memorizá-la com mais facilidade.

Em alguns casos, o nome do avatar pode ser lembrado mais rapidamente que o nome da própria marca. Essa memorização funciona até mesmo para personagens que só aparecem em campanhas publicitárias sazonais, afinal, quem não lembra dos famosos ursos polares de Natal da Coca-Cola?

• Contato mais humano: por mais que seja um personagem fictício, um avatar ajuda a deixar a comunicação da marca mais humanizada, já que há um rosto que se comunica com o público-alvo, e não apenas um slogan.

Dicas para construir um avatar marcante para o chatbot de sua empresa

O primeiro passo para construir um avatar marcante é responder às seguintes perguntas-chaves: 

• Qual é a filosofia da sua marca? 

Pense na missão, visão e valores da sua marca. Esses itens poderão te guiar na construção psicológica do avatar. Ele será um personagem que defende causas ambientais? Promove diversidade? É ambicioso(a)? 

• Como a sua marca se comunica com o público-alvo?

Aqui você precisa pensar no tom e voz da sua marca. Vocês se consideram divertidos ou sérios? Usam termos formais ou gírias regionais? Esses pontos também devem ser anotados.

• Quem é a persona que consome os produtos ou serviços da sua marca?

Por fim, entenda quem é a persona ideal para a sua empresa. Se a sua empresa já possui personas desenhadas, analise o comportamento e rotina delas. Se ainda não tem, descubra quem são.

Quando nós da Globalbot pensamos na reconstrução da Telma, levamos em conta as nossas personas, que são pessoas atentas às novas tecnologias de atendimento.

Com as respostas das três perguntas-chave em mãos, chega o momento de construir o avatar.

Algumas empresas optam por criar personagens com os mesmos comportamentos e gostos do público-alvo, na tentativa de gerar uma identificação maior, mas não há uma fórmula mágica.

A estratégia por trás de cada avatar varia para cada empresa. A Disney, por exemplo, chega a utilizar fórmulas matemáticas (alinhadas a estudos de psicologia) para definir a geometria visual dos personagens de seus filmes. 

Uma marca esotérica, por exemplo, pode criar uma personagem feminina que utiliza um colar que representa seu signo no zodíaco. Você pode pensar até nos detalhes, seguindo as respostas das três perguntas-chave.

Depois de definir no brainstorm o visual do avatar, chega a penúltima etapa: estabelecer a forma de comunicação.

O caminho mais fácil é replicar o tom e voz de sua marca nas mensagens do personagem, mas nada impede você de criar uma linguagem única para o avatar, caso deseje. E claro, não esqueça de dar um nome criativo para o(a) personagem.

Por fim, chega o momento de criar visualmente o avatar e dar vida a todas as ideias levantadas.

Para isso, você pode contratar uma empresa especializada na criação de avatares, como a Bravo Studio.

Além do próprio visual, a empresa contratada para o serviço também pode te ajudar a levantar as informações mais relevantes para a criação do personagem.

E aí, o que você está esperando para criar um avatar memorável para o chatbot da sua empresa?

Alan Christian

UX Writer Chatbot

Exibir todos os posts

Uma resposta para “Como e por que construir um avatar personalizado para seu chatbot?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *