6 min leitura

D2C: como as indústrias podem otimizar a venda para os clientes finais

Felipe Volpato CEO Globalbot ;)

D2C (direct to consumer) é um modelo de negócios em que a indústria vende seus produtos diretamente para o consumidor final. Nesse processo não há intermediários, como revendedores ou distribuidoras. A indústria produz e permite que o cliente compre diretamente em seus canais de vendas. O modelo não é novidade. Grandes empresas do mercado como Nike, Adidas, Tesla e tantas outras são alguns exemplos de indústrias que produzem e vendem diretamente para o cliente.

A novidade é que cada vez mais empresas buscam trabalhar com esse modelo. Com o crescimento de vendas online, muitas indústrias estão percebendo as inúmeras vantagens de trabalhar com esse modelo. Na prática, o D2C permite que os fabricantes ofereçam preços mais baixos para os clientes e obtenham o mesmo lucro, só que sem intermediários.

Essa modalidade de vendas também permite ampliar o contato com os clientes e entender melhor as necessidades do público. Por meio de dados e ferramentas de comunicação como o chatbot, as indústrias podem aprimorar seus produtos e as estratégias de vendas. Entenda melhor sobre o assunto neste artigo!

Mas, afinal, o que é D2C (direct to consumer)?

Como indicado anteriormente, a venda direta ao consumidor (D2C) é um modelo de negócio que permite às indústrias produzirem e comercializarem seus produtos diretamente para o cliente final. Esse conceito elimina os intermediários e encurta os processos de vendas. 
Sem a participação de representantes, franquias, distribuidores, lojas físicas e outros intermediários, a indústria não precisa se preocupar com comissões e despesas extras de seus produtos. Em geral, o item é produzido e colocado a venda online para o cliente. Por outro lado, cabe à empresa se responsabilizar por todo o processo de venda, divulgação, logística, atendimento ao cliente, pós-vendas etc.
Esse modelo tem permitido que empresas de diferentes setores, desde a venda de alimentos não perecíveis, até equipamentos eletrônicos e vestuário, tenham mais possibilidades de atuação, além da produção. O relacionamento direto com o cliente, a partir de ferramentas digitais, permite obter informações precisas e mais eficientes sobre a satisfação com os produtos e outros pontos.
O acesso aos dados do cliente também permite que a empresa atue de forma constante, aplicando melhorias nos seus produtos e criando experiências cada vez melhores para o consumidor.
Mas é importante destacar que utilizar esse modelo de negócio na indústria exige preparo. É preciso ter um canal de vendas eficiente, recursos para controle e gerenciamento das vendas e das entregas, além de uma central de atendimento e relacionamento com o cliente.

Como otimizar as vendas ao cliente final?

O D2S exige que a empresa conte com uma estrutura para vender e atender o cliente, mas além disso, é preciso se diferenciar. Existem muitas empresas que estão há anos no mercado,  oferecendo os mesmos produtos que a sua empresa produz. Por isso, é essencial inovar e definir uma estratégia diferenciada para atender o seu cliente final, pensando em todas as etapas e necessidades que podem surgir nas compras online.

Nesse sentido, o chatbot pode ajudar. Entenda como a seguir!

Chatbot na humanização da marca

Por incrível que pareça, os chatbots estão humanizando as marcas. Empresas que atuavam de forma muito direta e formal tiveram que adaptar seus processos e rever o modelo de atendimento com a introdução do chatbot.
A tecnologia exige um esforço da equipe estratégica para impedir que o atendimento se torne robotizado. Isso tem feito com que muitas empresas começassem a olhar para o seu cliente de outra forma, estimulando uma relação mais próxima com o público.
Na Vedacit, por exemplo, que trabalha com a venda de materiais para construção, o chatbot desenvolvido pela Globalbot ajuda os clientes a escolherem seus produtos. A previsão é de que no futuro os clientes possam enviar uma foto de seu problema para o Théo, o robô que representa a marca, e ele consiga auxiliá-los.
Isso será possível por meio da Inteligência Artificial combinada com Machine Learning. O robô consegue aprender conforme interage com os clientes e novas informações são adicionadas em seu banco de dados.

Conversas entre o cliente e a marca

Uma pesquisa, realizada pela Adobe, revela que 48% das pesquisas online já são realizadas por voz. Poder falar com um sistema, que vai reconhecer sua necessidade e retornar com resultados, é muito mais prático, seja enquanto caminha ou faz outra atividade qualquer.
Incluir esse recurso no sistema da sua empresa, no entanto, pode não ser tão fácil. É preciso combinar recursos que consigam identificar a informação, reproduzir exatamente o que foi falado e ainda relacionar com as opções na loja. Isso pode gerar uma grande frustração ao cliente, sempre que o resultado não for o esperado. Por isso é importante contar com o apoio de especialistas.

Experiências cada vez mais personalizadas

Por meio da coleta de dados de navegação e outros recursos de análise de perfil do usuário, a empresa consegue desenvolver experiências personalizadas para o cliente. Imagine que o seu consumidor fez algumas buscas sem sucesso em seu site, pois sua loja não tinha mais o produto em estoque ou até não produzia aquele item.
Dias depois ele retorna e o chatbot informa que aquele produto está disponível. Além de surpreso, o cliente ficará satisfeito em saber que a comunicação não está sendo feita de forma massiva, mas sim personalizada de acordo com os seus interesses.

Atendimento em qualquer canal

O consumidor é multiplataforma. Ele está nas redes sociais, nos serviços de streaming, acessando diferentes sites e usando inúmeros aplicativos. Esse é o comportamento de uma pessoa que busca facilidade e comodidade em suas atividades diárias.
Com o atendimento não é diferente, o cliente quer resolver todas as suas pendências onde for mais fácil e cômodo. Por isso, seu atendimento deve ser omnichannel. Uma das maiores vantagens do chatbot é atender de forma ininterrupta e ser integrado com diferentes canais, como site Facebook e WhatsApp.
Em resumo, fazer uma venda direta ao consumidor exige que a comunicação e o atendimento estejam bem alinhados, por isso contar com a tecnologia é fundamental para ter sucesso. O chatbot é uma ferramenta versátil que pode ajudar a sua empresa na sua estratégia D2C!
Quer conhecer mais sobre chatbot e entender como eles funcionam? Conheça os 3 principais tipos de chatbot.

Felipe Volpato

Felipe é fundador e CEO da Globalbot. Especialista em empreendedorismo, marketing digital, tecnologia e negócios. Acredita que há muito espaço para a tecnologia transformar o modo que as empresas e pessoas se relacionam através dos canais digitais, aumentando a performance para as empresas e a satisfação para os usuários.

Exibir todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *